O amor segundo: Alberto Caeiro

O amor é uma companhia. Já não sei andar só pelos caminhos, porque já não posso andar só.

Publicado por

mibuarque

Escrevo para liberar as vozes que surgem dentro de mim. Jornalista. Respiro e vivo teatro. Sou a protagonista e diretora do filme que é a minha vida. Encontro-me na literatura, nas músicas, nos museus, nos cinemas... E no vento que dobra cada esquina.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s